quarta-feira, 2 de maio de 2007

Barulhinho bom...


INDEPENDENTES Isadora, Fernanda, Paula e Amora.

Quando um grupo de jovens decide fazer música e pretende viver disso,
tem dois caminhos básicos a percorrer. Ou procura o tradicional impérios
das grandes gravadoras ou batalha nas trincheiras da internet, por meio de
sites como YouTube e MySpace. Certo? Nem tanto.
Um grupo de quatro moças cariocas está causando burburinho no subsolo da
MPB ao reinventar uma antiga fórmula de chegar aos fãs: trabalho duro em
pequenos palcos e música de qualidade para mostrar.

"Há umas meninas aí que cantam muito...Vamos Conferir?"

É assim que se costumam ouvir falar do grupo Chicas em rodas de amigos
de faculdade e mesas de bar. E os shows lotam. Sempre!
Paula Leal, Isadora Medella, Amora Pêra e Fernanda Gonzaga militam há
dez anos nos palcos do Rio de Janeiro, com um repertório de músicas próprias
e pérolas da MPB. No fim do ano passado, lançaram um cd independente,
Quem Vai Comprar Nosso Barulho?
, que é vendido nos shows e na página das
moças na internet (www.chicas.com.br). No boca a boca, o disco está chegando
a 5 mil exemplares vendidos e promete ainda mais fôlego com a recente indicação
para o Prêmio TIM de Música Brasileira, na categoria Álbum de MPB.
Cada uma teria talento para tentar uma carreira solo.
Mas fazem a diferença como um grupo. Parecem uma só voz em canções como
"Geraldinos e Arquibaldos" (Gonzaguinha) e a bela "Tia Chica", composição das quatro.
As músicas próprias, aliás, são o ponto alto. "Ter Que Esperar", composição de
Paula, é dessas baladas que, se tocadas em grandes palcos, seriam acompanhadas
por milhares de braços para o alto. Aos poucos, a eficaz indústria do burburinho
leva as Chicas a essa trilha.

Texto: Rafael Pereira
Revista Época, página 130 - Coluna Mente Aberta - Música - Edição 467 - Abril 2007

2 comentários:

Vanessa disse...

Uma nova felicidade a cada descoberta...assim é quando vejo que a cada dia essas meninas conseguem alcançar um lugar na mpb.
PARABÉNS CHICAS!

Anônimo disse...

Os pedidos da MPBfm diminuiram, as Chicas estao em 10o. lugar. Temos que reativar a corrente...